[T&S] Fanfic: On Stage

Pra quem acompanhou Ballerina Dreams (que não chorei nem um pouco com o final) não se desespere. Izabela Lopes começou outra fanfic com nosso amado Josh Hutcherson. Acabou de sair o primeiro capítulo e please, LEIAM e acompanhem!

Sinopse: Belle Parker é uma cantora mundialmente conhecida, ela cresceu fazendo programas de TV musicais em um canal infantil muito famoso, mas seguiu apenas como cantora, e se deu muito bem com isso. Desde de pequena o melhor amigo dela, Josh, sempre esteve em sua vida… Depois que o namoro de longa data de Belle terminou, Josh começa a parecer bem mais que um bom amigo… Fofocas, shows, filmes, glamour hollywoodiano e premiações não vão faltar.

E aqui vai o primeiro capítulo (e acompanhem depois, please!)

Capítulo 1 – Start All Over

Eu estava saindo de mais um hotel pela parte de trás e entrando mais uma vez no ônibus da turnê, que já era oficialmente minha segunda, e algumas vezes, primeira casa.
– Não aguento mais entrar nesse ônibus e acordar sem saber em que cidade estou. – falei emburrada entrando. – Eu amo fazer turnê, mas gosto de saber onde estou acordando. – Falei e minha amiga, e agente, Alison riu baixo.
– Vai dormir e para de reclamar Belle. – Ali disse ainda rindo.
– Você me ama Ali. – Falei rindo.
– Amo. Mas agora vai dormir, e sim, amanha acordará em outra cidade… Mas pense pelo lado positivo. É o ultimo dia dessa turnê.
Meu nome é Isabelle e tenho 19 anos, mas você provavelmente me conhece como Belle Parker. Sim, a garota que era do Disney Channel. Era muito bom quando eu tinha uns 8 anos, mas quando fiz 16 anos já não tinha tanta graça. Eu fiz tudo quanto é série naquele canal, e acabei em uma série musical, foi então que descobri meu amor pela música. Juntei o útil ao agradável e larguei tudo para seguir cantando. Dei muita sorte que meus fãs não me abandonaram.
– Eu amo turnês… – falei sonolenta. – Mas estou cansada. – Falei me jogando na cama.
– Se ajuda, amanha vamos acordar em LA! Ou seja: Casa. – Ela disse colocando meu cobertor na ponta da minha cama.
– Obrigada. – Falei olhando o cobertor. – Espera! – Acordei da minha lerdeza quando percebi o que ela havia falado. – LA? Eu tinha esquecido que essa era a ultima cidade da turnê! – Falei dando pulinhos na cama.
– Não sei onde anda sua cabeça Belle. Você que escolheu como ultima cidade, para assim que acabar ir direto para casa. – Ali disse voltando a rir. – Onde anda sua cabeça menina?
– Belle? – Ouvi uma voz masculina e me animei ainda mais.
– Ah, achei o lugar que sua cabeça… E pela animação, seu corpo se perdeu. – Ali disse rindo.
– Alison! – Falei tacando a primeira almofada que achei nela.
– Belle? – A voz repetiu.
– Estou aqui baby! – falei animada.
– Ah, estava te procurando e avisaram que vocês já estavam aqui no ônibus. – Luke, meu namorado, falou vindo em nossa direção.
Luke e eu estávamos juntos já fazia uns três anos. Nós nos conhecemos no meu ultimo programa do Disney Channel. Ele ainda estava no canal, mas estava de férias e aproveitou para viajar comigo na minha turnê dos EUA.
– Eu tinha te procurado, mas como não achei me trouxeram para o ônibus. – Falei puxando-o mais para perto. – Desculpa baby. Mas eu tinha que vir logo e eles falaram que iam te chamar. – Falei dando um beijo rápido nele.
– Porra, Belle, você sabia que eu estava no restaurante. – Ele disse chegando um pouco para trás. Pude ver Ali saindo do quarto e indo para a sala do ônibus. – Eles me acharam, mas queria que tivesse sido você.
– Luke… – Comecei. – Estou cansada, eu não lembrei baby… De verdade. – Ele tinha virado o rosto. – Luke…
– Belle, é tão difícil assim lembrar onde está seu namorado? – Ele disse com a voz um pouco mais alta.
– Luke, tem gente ali na frente… Por favor. – falei calmamente, mas na realidade não estava nem um pouco calma. Luke andava bem estranho.
– Desculpa baby. – Ele disse jogando a cabeça para trás e respirando fundo. – Eu só achei que tinha saído sem mim.
– Sério Luke? – falei chegando mais perto dele. – Esse risco você não corre. – Ele me puxou para um beijo, senti a boca quente dele investindo com vontade de encontro a minha.
– Sério Belle. – Ele disse rindo baixo. Logo ele passou a mão no meu joelho e cai de costas na cama.
A boca dele passou da minha boca para meu pescoço, e naquele momento eu não liguei nem um pouco. Ele estava indo com vontade, mas assim que ele demonstrou que a vontade era grande demais eu coloquei as mãos no peito dele tentando afastá-lo. Ele não se moveu um centímetro, ele é bem mais forte que eu. Juntei minhas forças e tentei mais uma vez…
– Crianças! – Ali veio nos chamando e Luke parou. Respirei aliviada.
– Estamos aqui Ali. – Falei voltando a me sentar na cama. Luke fez o mesmo.
– É seguro eu entrar? – Ela disse sem graça.
– Claro Alison! Entra logo. – Falei rindo baixo.
– Já vamos sair. Só vim para avisar.
– Obrigada, Ali, boa noite. – Falei sorrindo.
– Boa noite crianças. – É engraçado vê-la nos chamando assim, afinal tem pouca diferença entre nossas idades. Ela tem 25 e Luke 21.
Ela saiu e fechou a porta. Luke estava olhando para mim com um sorriso animado. Dei um beijo rápido nele e fui colocar meu pijama. Peguei na mala e fui para o banheiro.
– Você sabe que não precisa ir ao banheiro para se trocar não é? – Ele disse encostando-se às almofadas da cama.
– Luke, não começa. – Falei saindo um pouco na porta do banheiro só de toalha. – Vou tomar um banho.
– Você ainda me mata Isabelle! – Ele falou e ri baixo. Liguei o chuveiro e quase caí quando o ônibus saiu o que me fez rir ainda mais.
– Você está bem Belle? – Luke gritou do quarto.
– Sim-sim!
– Posso ir aí ajudar se precisar.
– Já estou saindo. – Gritei de volta.
Era visível para quem quisesse ver que eu não estava pronta para o que Luke queria. Mas parecia que só ele não via isso. Mas não posso negar que é divertido provocar.
Coloquei meu pijama, de ursinho, e voltei para a cama. Deitei de bruços e afundei minha cara no travesseiro. Pude o sentir mexendo em meu cabelo e logo senti a boca quente dele mais uma vez em meu pescoço. Arrepiei-me inteira. Mas continuei parada. Depois de um tempo ele deu um beijo em meu rosto e deitou ao meu lado.
– Seria legal se você cooperasse. – Ele disse entre dentes.
– Luke, eu realmente gosto muito de você. Mas eu passei o dia numa tarde de autógrafos e depois fiz um show de duas horas. Amanha tem tudo de novo. Eu só preciso descansar.
– E eu preciso da minha namorada.
– Ela está bem aqui, criatura. – Falei e me aconcheguei no peito dele.
– Boa noite Belle. – Ele disse numa voz quase seca.
– Boa noite baby.
Acordei no dia seguinte e já estávamos em LA. Pegaram minhas malas e levaram para minha casa. Mas eu segui direto para o hotel que daria entrevista e faria uma tarde de autógrafos. Luke passou na casa dele para tomar um banho mais logo foi me encontrar no hotel. Coloquei a roupa que usaria naquela tarde e fiquei no quarto com o Luke esperando a Ali vir me chamar.
– Desculpa por ontem baby. – Falei sentando perto dele no sofá do quarto.
– Você estava cansada, eu também… – Ele disse me puxando para um abraço.
– Estamos cansados. – Conclui. – Mas pensa: Esse é o ultimo dia da minha turnê, e só vou começar a pensar no meu CD novo daqui um mês…
– Anotado. – Ele disse sorrindo.
Ali apareceu e me levou para a sala aonde a minha ultima entrevista da “Start All Over Tour” seria. Respirei fundo e me sentei na poltrona. Tinha um número bom de jornalistas na sala. Eu sempre me senti desconfortável em entrevistas. E por mais que eu já esteja nessa a um tempo bom, parece que nada mudou em relação a isso.
– Podemos começar? – Ali disse com a voz de séria dela. Ela normalmente usava uma voz doce e suave. Mas quando eram coisas profissionais a voz dela mudava num pulo. Os jornalistas colocaram vários celulares e gravadores em uma mesa perto de mim e voltaram para os lugares. Ali pegou o microfone e sentou perto de mim. Olhou os nomes das revistas e sites numa lista que estava no colo dela, ela escolheu uma ordem rápida e começamos.
– Belle! Sou da Teen Vogue. – A primeira jornalista começou. – Hoje é o ultimo dia da turnê, quais são seus planos para o futuro? – Ali me passou um microfone. Sorri e me preparei para responder.
– Vou ter um mês para descansar. – Falei rindo fraco. – Mas logo vou começar a trabalhar no meu novo CD. Já tenho algumas músicas prontas e estou animada para gravar.
– Vai seguir o padrão do seu ultimo CD? O Start All Over? – Outra jornalista falou.
– O Star All Over foi quase que um diário. Mas quero manter isso. Não tão exagerado como neste, mas as músicas que tenho são bem pessoais… Parece que só tenho conseguido escrever assim agora. – Falei rindo baixo.
As perguntas continuaram. Como era de se esperar perguntaram sobre Luke e respondi o de sempre. Que estávamos muito bem. Perguntaram mais algumas coisas sobre o que eu já sabia sobre o novo CD e por ultimo sobre o ultimo show da turnê.
– Ultimo show hoje. O que está esperando?
– Emoção. Choro. E dormir na minha cama. – Todos riram quando concluí. – É sério. – Falei rindo junto. – Como esse show é em LA todos os meus amigos vão estar presentes. E por ser o ultimo da turnê torna tudo mais emocionante… E sobre a cama, bom, não estou reclamando do ônibus e dos hotéis… Mas minha cama é minha cama. – falei rindo.
Ali terminou a entrevista, todos pegaram os gravadores e celulares. Eu fui para outra sala para a tarde de autógrafos. Como era uma coisa mais de divulgação não tinha muita gente. Mas de qualquer forma, eu amo meus fãs de uma forma inexplicável. Fiquei duas horas por conta de autógrafos, mas verdadeiramente mal vi tempo passar.
Ali me levou de volta para o quarto e dei de cara com Luke dormindo. Coloquei minhas coisas numa poltrona e sentei do lado dele. Fiquei mexendo no cabelo dele, eu sabia que não devia, mas provoca-lo era muito bom. Cheguei perto e dei um beijo na nuca nele e esperei alguma reação. Ele acordou sorrindo fraco e me puxou para mais perto. Ele que estava me provocando. Senti a boca dele em meu pescoço e ao mesmo tempo ouvi gente batendo na porta.
– Tenho que abrir a porta Luke. – Falei saindo da cama.
– Belle…
– Luke. – falei indo até a porta.
– Injusto! – Ele falou rindo seco e se jogando nas almofadas.
Ri baixo antes de abrir a porta. E soltei um berro daqueles quando vi quem era. Lá estava meu melhor amigo me encarando com um buquê na mão.
– Josh! – Falei pulando nele. Ele me abraçou com o braço livre.
– Bells. – Ele disse num sorriso torto, ele sempre sorriu assim.
– Achei que estava gravando, cabeção!
– Cheguei no começo da semana. – Ele disse me entregando as flores.
Josh é meu amigo desde que tinha uns três anos de idade. Sim, estou falando do ator Josh Hutcherson. Mas para mim ele é apenas Josh. Éramos vizinhos em Kentucky, e viemos juntos para LA atrás de nossos sonhos. Demos muita sorte, afinal nós dois conseguimos as coisas que queríamos.
– Não precisava cabeção! – falei rindo.
– Posso levar de volta… – Ele disse rindo baixo, mas nem tive tempo de responder. Luke logo apareceu atrás de mim.
– Belle está tudo bem, te ouvi gritando… Ah, oi Josh. – Ele disse quando viu Josh. Em seguida olhou feio para o buquê em minha mão.
– Oi Luke. – Josh disse cumprimentando-o.
– Você não tem que se arrumar para ir para o estádio baby? – Luke disse se colocando entre Josh e eu.
– Eu te vejo no show Bells. – Josh disse sem graça.
– Até mais cabeção. – falei dando um abraço nele, depois de desviar do Luke.
Fechei a porta e fiquei encarando Luke com a cara de má que consegui montar. Ele simplesmente não mudou a expressão. Mas o fato é que ele não tinha direito de sair expulsando meus amigos.
– Luke! – Falei ainda tentando ficar com a cara de brava.
– Belle. – Ele disse rindo.
– Você não pode sair colocando para fora meus amigos! E ainda nem está na hora de ir para a bosta do estádio! – Falei depois de colocar as flores na mesa.
– E é por isso que achei que precisávamos desse tempo só para nós dois. – Ele disse vindo mais para perto.
– Ele é meu amigo!
– E estava atrapalhando.
– Fale por você.
– E essas flores? Que ridículo!
– Ridículo é você que só me deu flor uma vez uns dois anos atrás!
– Quer dizer que se eu te der uma flor tudo se resolve?
– Luke!
– Desculpa Belle. Eu estou tenso, só isso.
– Então se livra dessa tensão! Temos um mês só para nós dois a partir de amanha.
– É que o que não me deixa pirar. – Ele disse me dando um beijo daqueles.
Acabamos deitados vendo filmes enquanto esperávamos a hora de ir para o estádio. Eu estava bem nervosa. Já tinha feito mais de 30 shows dessa turnê em menos de dois meses, mas esse show em LA seria diferente. Não só por estar lotado de amigos e parentes… Mas os ingressos deste show acabaram em menos de quinze minutos.
Quando chegamos ao estádio vi de longe o número de pessoas que estavam na fila. E querendo ou não o clima estava meio frio em LA. Minha vontade foi sair e ir lá falar com algumas pessoas, mas não deixaram. Entramos no estádio e passamos o som, estava tudo perfeito. Tirei foto com alguns fãs que ganharam algumas promoções e fui me arrumar.
– Eu definitivamente amo as roupas dessa turnê. – falei sorrindo enquanto colocava o primeiro vestido. Ele era um rosa com detalhes em azul e outras cores. O sapato era simples, mas bem alto… O que me deixava em pânico às vezes no palco.
– Também. Os vestidos são lindos. – Ali disse sorrindo olhando o segundo vestido que eu usaria naquela noite.
Fiz meu aquecimento vocal de sempre com a ajuda da Ali (agente, melhor amiga, treinadora vocal, entre outras coisas). Quando estava tudo pronto nos reunimos perto da entrada do palco e fiz todo mundo fazer uma oração. Agradeci pelo sucesso da turnê, pelo trabalho de cada um e pedi por um show maravilhoso.
O show foi um dos melhores da minha carreira. O estádio estava lotado e eu chorei umas duas vezes para o meio. É uma coisa indescritível quando você vê milhares de pessoas cantando junto com você músicas que você escreveu.
– Eu quero agradecer cada um de vocês. – Falei ao final da ultima música. Confetes coloridos estavam caindo por todo o estádio. – Por tornarem meus sonhos realidades, isso não tem preço. – Quando terminei de falar isso eles fizeram um coro de “Belle” e voltei a chorar. Mas me segurei um pouco, pelo menos ali no palco. – Obrigada. Eu amo muito cada um de vocês.
Saí do palco acenando, minha vontade era poder voltar e abraçar cada um deles na plateia, mas ia ser meio difícil. Quando saí do palco Ali veio logo me abraçar.
– Ai como eu amo esse vestido! – Ela disse sorrindo. – Vem, tenho uma surpresa para você. – Ela falou me puxando para a parte dos camarins.
– Surpresa? – Falei sorrindo.
– Você vai ver.
Ela estava toda serelepe me puxando até que paramos em frente à porta do meu camarim. Abri a porta e dei de cara com todos os meus amigos que moram em LA, meus pais e meu namorado. Todos sorridentes. E no meio um bolo com detalhes que lembravam as coisas que tinham no palco da turnê.
Comemos o bolo devoramos e matei a saudade que estava dos meus amigos, e claro, dos meus pais. Eles estavam morando em Kentucky de novo, mas tinham vindo para ver o ultimo show. Pais corujas.
– Não é justo. – Josh disse rindo e se sentando ao meu lado no sofá.
– O que não é justo?
– Quando viemos para LA era para atuarmos, mas você também canta! Estou em desvantagem!
– A Josh, fala sério! – Andre respondeu por mim rindo.
– Andre, você tirou as palavras da minha boca. – Falei rindo.
– Você já me viu cantando, Bells. Não é divertido. – Ele falou pegando o copo de refrigerante que estava na minha mão. Antes que eu pudesse reclamar ele virou o copo. Balancei a cabeça em forma de desaprovação, mas ele só sabia rir fraco.
– Não é divertido mesmo. E sabe o que é ainda pior? – Ele respondeu que não com a cabeça. – Roubar refrigerante alheio Joshua! – Falei pegando meu copo de volta. Andre só sabia rir.
Ainda ficamos um bom tempo rindo e lembrando histórias bem antigas. O bolo em pouco tempo já tinha ido embora por completo. Depois disso, meus pais foram para o hotel em que estavam, e aos poucos todos foram saindo também.
– Belle, termina de juntar suas coisas. Vou checar se está tudo ok e depois vamos embora. – Ali disse pouco antes de sair do camarim, restando apenas Luke e eu.
Ele estava jogado no sofá, aproveitei e fui juntar minhas coisas. Guardei tudo em minha bolsa e organizei o que não era meu, tipo um celular que alguém havia esquecido, mas como estava sem bateria não vi de quem era.
Eu ainda estava com o vestido preto do show, por isso fui até o banheiro e troquei por uma roupa confortável que a Ali havia deixado para mim. Quando saí do banheiro Luke estava esperando por mim na porta.
– Oi baby. – Falei sorrindo.
– Oi baby? – Ele disse num tom de deboche. – Agora eu sou “baby”?
– Luke, eu realmente não estou te entendendo. – Falei guardando o vestido preto.
– Você nem olhou para mim nessa festinha, Isabelle.
– Deve ser porque você estava ao meu lado durante toda a turnê. – Falei chegando perto dele. – Você está cansado, eu estou cansada. Melhor não falarmos disso agora.
– E vamos falar quando? – Ele disse segurando meu braço um pouco mais forte que o comum.
– Luke…
– Você já está me ignorando. Mas que bosta, Belle! Eu tenho necessidades!
– Luke, você está me dando medo. – Falei tentando me afastar, mas o braço dele ainda estava segurando firmemente o meu.
– Não precisa. Porque acabou Belle. – Ele largou meu braço.
– O quê? – Alguém começou a bater na porta, mas ignoramos.
– Isso mesmo. Você me ignorou a noite toda e na turnê foi quase a mesma coisa.
– Luke você está pensando antes de falar? – Pude sentir meus olhos enchendo de água.
– Sim. Eu larguei minhas férias para viajar com você pelo país Belle, e não ganhei nada em troca. – Ele disse aumentando o tom de voz.
– Luke quando você entrou na turnê sabia que meu foco eram os shows! – Falei mantendo o meu tom de voz o mais normal o possível.
– Belle, acabou. – Ele disse virando e saindo. Quando ele abriu a porta, a pessoa que antes estava batendo ainda estava lá, e entrou correndo para me segurar quando eu, literalmente, desmontei no chão chorando.
– Eu estou aqui. – Foi o que ouvi antes de começar a chorar ainda mais.

Lindo né? Quem estava na porta? An An?
Fiquem com os deuses e que a sorte esteja sempre ao seu favor!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s